Como o marketing digital pode ajudar o setor da Construção Civil a alcançar um novo patamar em 2021

Após um ano desafiador, especialistas apontam crescimento para a construção civil em 2021. Neste ano, o segmento encontrará um contexto tecnológico mais maduro, principalmente no que se refere a soluções para atender as novas demandas dos consumidores. Para cruzar esse cenário de oportunidades e impulsionar a transformação digital na construção civil, o marketing digital surge como um aliado.


Há diversos campos em que o marketing digital pode contribuir para o setor imobiliário. Por exemplo, melhorando o posicionamento da marca, a fim de agregar valor nos imóveis e aumentar o engajamento do público-alvo. Assim como no uso de ferramentas digitais, como anúncios segmentados e campanhas em social media e Google Ads, para otimizar os recursos investidos.


E por que tudo isso é importante? Primeiro, pelo fato de que a pandemia acelerou e consolidou diversas tendências comportamentais. Atualmente, os clientes requerem soluções mais ágeis e práticas. E como o ambiente para investimento em imóveis continua em alta, entregar essas soluções é fator de competitividade para captar esse público que deseja comprar imóveis em 2021.


Quer entender como o marketing digital pode ajudar a construção civil a ganhar mais competitividade em 2021 e alcançar maiores resultados? Continue a leitura!



Projeção construção civil 2021


2020 foi um ano difícil para todos. Alguns setores, felizmente, conseguiram demostrar sinais de recuperação mais rápido. A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic) estima crescimento de 4% no Produto Interno Bruto (PIB) do segmento para este ano. Se isso for confirmado, trata-se da maior alta nos últimos oito anos.

Dessa forma, a construção civil terá desempenho melhor do que o restante dos componentes econômicos. Por conta disso, somado às taxas básicas de juros que devem permanecer baixas ao longo do ano, tornando os financiamentos de imóveis mais atrativos, estima-se que em 2021 o cenário propício para investir no mercado imobiliário continue.


Em entrevista ao jornal Correio Braziliense, Eduardo Aroeira, presidente da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (Ademi-DF), afirmou que “as condições favoráveis para compra de imóvel devem permanecer em 2021”.


Fábio Tadeu Araújo, economista e sócio-diretor da Brain Inteligência Estratégica, acrescentou que “2021 será o melhor ano de vendas para o mercado imobiliário, tanto de imóveis novos, quanto de usados, com alta acima de 10% nas vendas de imóveis no Brasil”.


Ou seja, as estimativas estão otimistas para o setor, atraindo quem está querendo realizar o sonho da casa própria, e quem busca melhores opções de investimentos. A demanda por novas habitações é outro elemento que contribui positivamente.


Um estudo da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), indica que mesmo com o deficit habitacional brasileiro reduzindo, ainda há uma demanda de 30,7 milhões de residências até 2030.


Algumas tendências para o mercado imobiliário


Assim como em outros segmentos, a pandemia do novo coronavírus transformou diversos processos e acelerou tendências na construção civil. Esse importante setor da economia já vinha incorporando novas tecnologias nos últimos anos, tanto em modelos construtivos quanto para atendimento, mas em 2020 precisou acelerar esse processo por questão de necessidade.


Afinal, por conta do isolamento social e as orientações de permanecer em casa, as pessoas começaram a valorizar mais o lar. Trabalhar, estudar, se exercitar e realizar as demais tarefas em casa mostrou para as pessoas a importância de ter uma residência confortável e adaptada ao dia a dia.


Esses fatores ajudaram a movimentar o mercado imobiliário em 2020 e continuarão a exercer força em 2021. Além disso, é possível citar outros fatores que contribuem para o bom momento do setor imobiliário em 2021:


Casa Verde e Amarela: novo programa habitacional do governo


O programa Casa Verde Amarela, que substitui o Minha Casa Minha Vida, contribuirá para movimentar o mercado imobiliário em 2021. Segundo dados da CBIC, a representatividade do programa habitacional no último trimestre do ano foi de 54,7% das vendas de novos imóveis em todo o Brasil.


Proptechs e Construtechs em 2021


Nos últimos anos, as startups revolucionaram diversos setores, proporcionando modelos disruptivos e novas soluções para empresas dos mais variados campos. O mercado imobiliário e a construção civil com certeza não ficariam de fora e ganharam as próprias startups, conhecidas como Construtechs e Proptechs.


Essas startups do setor imobiliário e da construção civil buscam soluções inovadoras tanto para os empresários do ramo, quanto para investidores e consumidores. Pautadas na tecnologia, são excelentes oportunidades para o segmento atender as novas demandas e conseguir mais eficiência nos processos.


Segundo o Mapa das Construtechs e Proptechs 2020, da Terracotta Ventures, essas soluções cresceram 23% na comparação de 2020 com 2019 e 180% em relação a 2017. As principais tecnologias que ganharam espaço são:

  • sistemas produtivos: garantindo mais agilidade, segurança e sustentabilidade;

  • análise de dados: por meio de Big Data geram informações para a indústria, canteiro de obra e consumidor final, antecipando demandas e melhorando o planejando das obras e a logística, por exemplo.

Conforme um levantamento conduzido pela empresa de consultoria Delloite, e pela Terracotta Ventures, 28% das empresas brasileiras da construção civil pretendem investir em tecnologia. Dessas, 25% estudam inovar por meio de parcerias com startups.


Digitalização de processos


O setor da construção civil, que antes estava mais acostumado com um modelo tradicional de atendimento ao cliente, teve que repensar as estratégias para continuar prestando atendimento durante a pandemia.


Diversas tendências de consumo tendem a permanecer, necessitando de adaptação e impulsionando a transformação digital na construção civil. Por exemplo:

  • site responsivo que facilite a experiência do cliente conhecendo os imóveis e fazendo simulações de contrato;

  • tour virtual, visitas on-line com uso de tecnologia de realidade virtual;

  • assinatura digital de contratos;

  • atendimento automatizado em sincronia com o atendimento humano.

Marketing digital e construção civil: aliados para a transformação do setor


A transformação digital já estava evoluindo a passos rápidos em todos os setores, mas foi acelerada por conta da pandemia da COVID-19. Dessa forma, os negócios que se adaptam mais rapidamente são os que conseguem prosperar e colher frutos deste momento propício.


Entretanto, é preciso conhecimento de mercado para fazer a transformação digital. Nesse aspecto, o marketing digital ganha um novo patamar de importância para as empresas do setor imobiliário e da construção civil.

Compete ao marketing digital fornecer embasamento para tomada de decisões acertadas, auxiliar no posicionamento da empresa, encontrar o propósito da marca e impactar da melhor maneira possível potenciais clientes.


E como isso pode ser feito, considerando todas as transformações que os clientes enfrentaram nos últimos anos? O primeiro passo é entender as principais dores dos consumidores. Por exemplo, soluções rápidas para as demandas, suporte em full time para tirar dúvidas e atendimento humanizado.


Ou seja, chega de atendimento frio e automatizado, ou de esperar as pessoas visitarem os estandes para conhecer o apartamento decorado. Agora, é hora de propor uma abordagem personalizada e rápida, de preferência digital e segura.


Sua empresa possui canais para isso? O marketing digital pode auxiliar a encontrar caminhos para viabilizar essa transformação digital!.


Exemplos de melhorias digitais para empresas do setor imobiliário:

  • Implementação de uma cultura digital;

  • Site responsivo e com boas práticas de SEO e User Experience (UX);

  • Informações completas sobre os imóveis, incluindo fotos em alta resolução com o máximo de detalhes, assegurando boa experiência na procura de imóveis;

  • Atendimento 24x7, por diferentes canais oferecendo agilidade e comodidade aos interessados;

  • Tour Virtual e assinatura de contrato digital, comodidade, agilidade e segurança nos processos de vistoria e formalização;

  • Anúncios segmentados e campanhas on-line, capacidade de atingir um público mais qualificado, otimizando recursos e trazendo mais resultados;

Como o marketing digital pode ajudar a construção civil vender mais e melhor


Uma vez que os clientes estão mais exigentes, conectados e preparados do que nunca, compete ao setor se adaptar a esse novo perfil de consumidor. Esse é um dos caminhos em que a construção civil ganha força com a expertise do marketing digital.


Como o marketing digital pode ajudar a construção civil a vender mais e melhor:

  • Prospecção do cliente ideal: começando pela definição do cliente ideal para cada tipo de imóvel, passando pelas dores e melhores estratégias para encontrar e impactar esse público em potencial;

  • Valor agregado e argumento de venda: o marketing digital possui meios de encontrar as dores e motivações do público ideal para um imóvel, dessa forma, consegui nutrir os corretores e demais profissionais com informações valiosas para despertar o desejo e agregar valor no imóvel, ajudando na conversão e rentabilidade das transações;

  • Conexão emocional: cada vez mais, se fala em vender um valor ou experiencia em vez da venda de um produto. Nesse ponto, o marketing digital pode auxiliar as empresas a desenvolver estratégias para vender a realização de sonhos e planos de vida, em vez de simplesmente casas e apartamentos. O resultado é maior conexão emocional com os consumidores.

Tom de voz da marca: a comunicação é a chave para bons relacionamentos, e para isso é importante entender qual a identidade da marca e o perfil do público que se deseja atingir. Dessa forma, toda a comunicação da empresa passa a ter um mesmo tom de voz, que deixa claro a identidade e o propósito.


Propósito de marca


Empresas com propósito claro e transparente são mais bem vistas pelos consumidores que, nos últimos anos, passaram a priorizar marcas com posicionamento correto. Questões como sustentabilidade, qualidade de vida e responsabilidade social pesam na hora de optar por fazer negócios com uma marca ou outra. Atributos que tem tudo a ver com empresa da construção civil.


O marketing digital auxilia as empresas a identificarem o propósito delas. Assim como nas formas corretas de demostrar isso para o mercado, para atrair o público que se identifica com esses propósitos. O resultado é um processo comercial mais saudável e com mais valor agregado.


Para se ter uma ideia, um estudo global feito pela Edelman Brand constatou que 63% das pessoas acreditam que as marcas podem fazer mais em questões sociais do que o governo. Portanto, é fato que organizações guiadas pelo propósito claro tem melhor desempenho no mercado.


A transformação digital é uma realidade, mas será que sua empresa está pronta?


Em 2019 um ano antes da pandemia tirar o sono das pessoas a Deloitte e a Abrainc elaboraram o estudo “Comportamento do consumidor de imóveis em 2040”. Nesse levantamento, diversos insights foram trazidos, mas alguns dados chamam atenção.

  • 44% dos entrevistados afirmaram que comprariam um imóvel por meio de um processo totalmente on-line;

  • E se fosse concedido um desconto de 5% no gasto total, por conta da economia com os processos, 50% comprariam o imóvel totalmente pela internet;

  • Considerando as gerações dos baby boomers e a geração X, 57% aceitariam comprar um imóvel 100% on-line;

  • 61% dos pesquisados topariam abrir mão do atendimento de um corretor de imóveis em troca de uma redução de 5% no valor do bem.

Ou seja, os consumidores já estavam dando indícios de que poderiam adquirir imóveis dispensando a visita física ao imóvel. O que eles querem em troca? Comodidade, facilidade e segurança. Não é difícil imaginar como a pandemia apenas acelerou todas essas tendências.


Talvez o consumidor de imóveis em 2040 seja o consumidor de 2021. Nesse caso, sua construtora ou incorporadora está prepara para sobreviver neste novo mercado? Pense que, há pouco tempo, os corretores diriam que o principal da venda era receber uma pessoa fisicamente em um plantão de venda.


Entretanto, por meio de ferramentas como o tour virtual, realidade aumentada e assinatura digital de contratos muitos imóveis foram comercializados sem contato físico, ou com considerável redução. Vale destacar que o papel do consultor continuou relevante no processo, mas precisou de adaptação.


Em resumo, as projeções apontam para um cenário econômico favorável para a construção civil em 2021. Com taxas de juros abaixo do nível histórico, mais pessoas estão procurando comprar ou investir no mercado imobiliário. Todavia, o processo de compra e venda mudou.


Quem vai aproveitar esse contexto são as empresas que estão adaptadas e prontas para entregar soluções práticas para o consumidor. A boa notícia é que você não está sozinho nessa caminhada, o marketing digital no setor imobiliário é o apoio necessário para dar esse próximo passo.


A grande questão é: você está pronto para sair da sua zona de conforto e encarar a transformação digital em prol de obter resultados expressivos?


Referências:

https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2020-12/pib-da-construcao-civil-deve-crescer-4-em-2021


https://www.correiobraziliense.com.br/economia/2020/12/4895666-com-queda-em-2020-setor-da-construcao-civil-esta-otimista-para-2021.html


https://www.correiobraziliense.com.br/economia/2021/01/4898022-boas-condicoes-para-comprar-imoveis-devem-continuar-em-2021.html


https://www.abecip.org.br/imprensa/noticias/construcao-civil-apresenta-balanco-do-mercado-imobiliario


https://g1.globo.com/economia/noticia/2020/12/10/minha-casa-minha-vida-e-casa-verde-e-amarela-entenda-as-diferencas-entre-os-programas.ghtml


https://cbic.org.br/vendas-de-imoveis-no-brasil-sobem-84-em-2020-mesmo-sob-impacto-da-covid-19-2/#:~:text=Na%20avalia%C3%A7%C3%A3o%20do%20vice%2Dpresidente,do%20Casa%20Verde%20e%20Amarela.


https://cbic.org.br/wp-content/uploads/2020/11/indicadoresppt3t2020.pdf


https://cbic.org.br/wp-content/uploads/2020/12/balanco-construcao-2020-2021.pdf


https://itforum.com.br/tendencias/construtechs-sao-a-aposta-da-construcao-civil-para-2021/


https://www.gazetadopovo.com.br/gazz-conecta/sebrae/53-das-grandes-empresas-apostam-em-construtechs-para-impulsionar-inovacao/


https://www.abrainc.org.br/wp-content/uploads/2019/09/Abrainc-Pesquisa-v10.pdf


https://www.terracotta.ventures/blog/qual-panorama-da-inovacao-nas-empresas-da-construcao


https://www.abrainc.org.br/estudos/2020/12/21/estudo-tecnico-dedicado-a-atualizacao-das-necessidades-habitacionais-no-brasil-2004-2030/


https://www.abrainc.org.br/wp-content/uploads/2020/12/Deficit_Habitacional_-V-8-dez-2020.pdf


https://www.abrainc.org.br/abrainc/releases/2020/09/29/abrainc-brasil-precisara-de-30-milhoes-de-novas-moradias-na-proxima-decada/


https://blog.conectaimobi.com.br/vendas-e-marketing-no-conecta-imobi-on/




136 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Diversas empresas estão mudando a própria história com Marketing Digital e nós nos sentimos honrados por contribuir nesse processo.

Será que não está na hora de mudar a da sua empresa?

Muito mais do que querer que você se torne nosso cliente, queremos estabelecer uma parceria de crescimento mútuo!

VAMOS CONVERSAR?

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Instagram
  • Facebook